Portada

O «Projecto Trama – conhecimento e lazer associados à conservação do Património Cultural» pretende ser uma ferramenta para o desenvolvimento e rentabilização de conhecimentos técnicos, associando educação patrimonial e lazer.

Desenvolvimento partindo da cooperação

O Projecto Trama é uma actividade empreendida pela ACRE, em 2017, em colaboração com a Associação Profissional de Conservadores-restauradores de Portugal – ARP. Tem como objectivo a transferência de conhecimento produzido em intervenções de conservação e restauro, mediante a possível criação e realização de visitas técnicas e oficinas de educação patrimonial.

Uma proposta para viabilizar a profissão

As competências do conservador-restaurador são amplas e pouco conhecidas em termos socioprofissionais. O seu papel fundamental é a preservação do património cultural para as gerações presentes e futuras. Contribui também para a percepção, fruição e compreensão do património cultural inserido no respectivo contexto e compreensão das suas características materiais e valores associados. O público em geral desconhece que a profissão, para laém do restauro, é responsável por: assegurar aconselhamento e assistência técnica no âmbito da preservação do património cultural; produzir investigação científica; desenvolver programas educativos e formativos; disseminar a informação obtida produzida no âmbito da intervenção e investigação; e promover uma compreensão e reflexão mais profunda sobre a conservação e restauro.
Este projecto pretende assim dar a conhecer essas competências de uma forma prática, dando visibilidade à figura do conservador-restaurador.

Una propuesta para transferir conocimiento

O Projecto Trama é uma proposta baseada na educação patrimonial como fórmula de conservação preventiva.
Partindo desta ideia o Projecto Trama é uma proposta baseada na educação patrimonial como forma de conservação preventiva. Nele, a possibilidade de criação e venda de experiências culturais e lazer assumem um duplo sentido. Por um lado, mediante visitas técnicas, transfere-se o conhecimento produzido numa intervenção de conservação e restauro; por outro, através de oficinas patrimoniais, procura-se dar a conhecer os bens culturais passíveis.
Assenta também na preocupação relativa à gestão e protecção do património sem protecção legal, que representa uma percentagem muito elevada. Se se pretende garantir a sua preservação, é necessário desenvolver modelos baseados numa tutela cidadã, com a afirmação deste conceito a surgir do conhecimento. Só assim se conseguirá estabelecer consciência e implicação social associadas ao património.

Formação

O Projecto Trama inicia-se com duas Jornadas presenciais, uma realizada em Espanha outra em Portugal. Estes cursos têm como objectivos conferir competências no âmbito da criação, desenvolvimento e posterior comercialização de conteúdos, relacionados com estudo e intervenções em Bens Culturais.

Durante cada uma das jornadas será desenvolvido um exemplo de visita técnica e oficina de educação patrimonial que servirão como base formativa para propostas posteriores de comercialização.

O objectivo das Jornadas é fornecer uma matriz que configure um modelo replicável que possa servir aos conservadores-restauradores e, simultaneamente, estabelecer conexões com os profissionais do país vizinho.

Concurso

Com a participação numa das jornadas, oferecemos a oportunidade de assistir gratuitamente, com despesas pagas, à jornada a realizar no país viznho, através de um concurso.

Comercialização

O património cultural é um dos principais recursos que possuem Portugal e Espanha. Potenciando a sua projecção exterior, partindo da qualidade e especialização das  intervenções de conservação e restauro nele produzidas, serão beneficiadas as empresas e profissionais que desenvolvem a sua actividade profissional neste sector, obtendo uma oportunidade de criar novos produtos a partir deste recurso.

As vendas propostas serão realizadas através de uma plataforma on-line que estará disponível para todos os profissionais que queiram realizar visitas técnicas ou acções de formação patrimonial – esta modalidade não está contemplada para as propostas apresentadas em Portugal, sendo que um possível modelo de promoção/ comercialização será definido no ámbito das jornadas, de acordo com as especificidades do sector cultural e turístico em Portugal.

Este sitio usa cookies. Si aceptas o bien continúas utilizando este sitio entendemos que aceptas el uso de cookies. más información

Los ajustes de cookies de esta web están configurados para "permitir cookies" y así ofrecerte la mejor experiencia de navegación posible. Si sigues utilizando esta web sin cambiar tus ajustes de cookies o haces clic en "Aceptar" estarás dando tu consentimiento a esto.

Cerrar